BEM-VINDO!!!

Aonde fores, por onde fores, encontrarás palavras. Nem sempre tão belas. Mas podes torná-las melhores que
são. Um abraço! Marcio Campos

terça-feira, 25 de setembro de 2012

DESENCONTRO

SINTO UMA FALTA TÃO GRANDE DE MIM
QUE NÃO SEI ONDE FOI QUE ME PERDI
ENTRE TANTOS AIS E SUSPIROS 
MEU PEITO ESPERA...

ONDE FOI QUE TE ENFIASTE
QUE ATÉ EU MESMO NÃO ME ENCONTRO?...
SE DORMES, ACORDA.
SE FOGES, RETORNA .

LEVANTA DESSE CANTO
ELEVA TEU CANTO
SORRI PARA A VIDA 
E AMA...

VÁ ALÉM DAS FURNAS 
QUE TE ENFIASTE 
E RETORNA.
A LUZ TE ESPERA.

DÁ-TE A TI
O DIREITO DE SER
SER MAIS 
SER SOMENTE TU.

ACENDA A CHAMA APAGADA
RETORNA DO BREU QUE TE IMPÕES
SAI DESTE CASTIGO 
QUE TU TE METESTE.

TRAGA DE VOLTA TUA ESSÊNCIA
ESPALHA TUA ALEGRIA 
E RETOMA A BUSCA 
DE UM EU PERDIDO.

ENCONTRA-TE.
 





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

5 comentários:

meu toque disse...

Maravilhosas palavras, muito bonito seu espaço, até a próxima.

meu toque disse...

Maravilhosas palavras,parabéns.
Até a próxima meu toque pra você.

Márcio Campos disse...

Obrigado, Enide, pelo carinho.

Will Lukazi disse...

Mais do que um poema, acredito que seja um hino que se entoa enquanto se procura por si mesmo dentro do próprio corpo, dentro da própria alma. O leve desespero no decorrer da caça, da procura, do se ajeitar dentro do próprio e deslocado espírito. Parabéns amigo Márcio! A inquietude do transmitida pelo texto e que chega a nos sufoca de leve também nos sacode, nos desafia a admitirmos que estamos em constante procura por nós mesmos, nos desafia a dizer a todos que também nos achamos e já sabemos quem somos. Um belo poema!

Márcio Campos disse...

Obrigado Will, pelo comentário gentil em tão pobres palavras. Um abração.