BEM-VINDO!!!

Aonde fores, por onde fores, encontrarás palavras. Nem sempre tão belas. Mas podes torná-las melhores que
são. Um abraço! Marcio Campos

sexta-feira, 29 de julho de 2011

BRASIL CAIPIRA

OIA, PR'ESSA MÃO GROSSA 
PR'ESSE MEU JEITO CAIPIRA
MORO ALI NA ROÇA
QUE O SEU SUSTENTO TIRA
SOU MATUTO NAFABETO
PRO SINHÔ TENHO DIMIRAÇÃO
PRANTO GUDÃO E COIO CAFÉ
O CORO QUE TIRO COBRE SEUS PÉ
SOU CAIPIRA SIM SINHÔ
NUM TENHO VEIGONHA, NÃO
SOU HOMI TRABAIDÔ
QUI TAMÉM GOSTA DE VIOLÃO
TAMÉM QUIRIA SÊ DOTÔ
MAS A SORTE NUM AJUDÔ
NASCI POBRE E SEM ISTUDO
TAMÉM SÔ ROCADÔ
LIMPO OS PASTO DE SEUS BOI
TIRO O LEITE  DE SUAS VACA
PITO MEU PITO DE PAIA
TOMO A CACHAÇA QUE FIZ
DO MEU SALÁRIO INFILIZ
ME DISCURPE, O SINHÔ,
SE INCOMODO O DOTÔ
POBRE TAMÉM É GENTE 
QUI NEM IGUAR QUI O SINHÔ Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

7 comentários:

Lindalva disse...

Que belo trocadilho, parabéns por tudo, o blog é lindo. Hoje vi tuas pegadas em meu ostra da poesia e vim te visitar fiquei encantada que coloquei ele na galeria dos blogs poéticos, depois aparece lá para pegar o sêlo. desejo-te um final de semana com luz e sorrisos. E aparece na minha Ilha te espero lá!

FLOR DO LÁCIO disse...

Obrigado , Lindalva, pelo comentário. O blog é feito para vcs, com todo carinho. Um abraço.

FLOR DO LÁCIO disse...

Ao Ostra da Poesia.

Obrigado por me conceder a honra de integrar a galeria dos blogs poéticos.

Simone MartinS2 disse...

Boa noite, obrigado pela visita e digo: Estou te seguindo porque achei teu blog. singelo, puro e direto, estarei andando pelas paginas e te lendo...abraços

Paulo Francisco disse...

E não seria Brasil se não fosse caipira. Achei muito legal este texto.
Um abraço.

FLOR DO LÁCIO disse...

Simone, obrigado por seguir e comentar. Ande, caminhe entre os sonhos desse menino e se se quiser durma. afinal a casa é sua. Obrigado mais uma vez. Um abraço.

FLOR DO LÁCIO disse...

Paulo, este Brasil não seria ninguém sem os caipiras que os fazem grandes. Obrigado pelo carinho. Um abraço.